DISQUS, plugin para WordPress

Quando iniciamos o InfoNaVeia, há dois anos atrás, eu não tinha a menor ideia de como manter um blog. Meu conhecimento e o do Emerson era muito similar: cadastro nos serviços existentes, como o Blogger e tantos outros por aí e depois enchê-lo de conteúdo assim que possível. O conhecimento maior era do Carlos Bortoni, em WordPress e um outro tanto em SEO.

Neste tempo de existência, aprendemos e amadurecemos bastante, e muito disto se deve a (poucas) tentativas que deram certo e as (muitas) tentativas que deram errado. Uma delas foi a ferramenta de comentários. Inicialmente mantivemos o padrão do WordPress para isto e foi tudo muito bem, apesar do incrível e enorme, e até mesmo monstruoso volume de spams que chega na plataforma WordPress. E o tal do Askimet não cumpre o prometido e não resolve nada disso.

Comentar com o Facebook

Comecei a namorar em  outros blogs o “Comentar com o Facebook”. Todo comentário aparece no perfil da pessoa, os amigos viam e comentavam em cima. Achava isto o máximo e queria o mesmo aqui no InfoNaVeia. Pesquisei sobre a ferramenta até encontrar o plugin criado pelo próprio Facebook, que além de permitir comentar, habilita o botão “Curtir”, enviar o texto através de mensagem e mais um monte de “pra que isso”. Instalei o tal plugin e aí constatei que os comentários antigos “sumiram”, sem qualquer cerimônia. Outro detalhe: todo e qualquer novo comentário fica armazenado na base do tio Zuckerberg, apesar do blog ser seu.

Então meu amigo Carlos soltou a pérola/bomba “Hoje tudo gira em torno do Facebook, mas e se isto fechar ou morrer, igual o Orkut, dentro de dois, três anos ou até menos do que isto? O que será dos nossos comentários?

Foi difícil ouvir isto mas no fundo ele estava certo. E também não achei interessante mantermos toda a estrutura do InfoNaVeia no ar e saber que todo comentário, mesmo sendo originado aqui, vai pra base do Facebook. Sendo assim, lá vamos nós em busca de OUTRA ferramenta para comentários. E foi assim que chegamos ao DISQUS.

Plugin de fácil instalação e configuração, bastando apenas efetuar um cadastro no site do desenvolvedor e vincular sua conta com o seu blog. Para comentar, você pode usar seu perfil do Facebook, Twitter, Google Plus ou do próprio DISQUS. E a ferramenta guarda a opção caso você retorne e queira comentar novamente.

DISQUS: Pontos Positivos

O DISQUS permite que você importe para o serviço os comentários que estavam na base de dados do WordPRess. Não é um processo rápido, aqui demorou cerca de 48 horas para encerrar, mas ao contrário do plugin do “Feice”, ele realmente mostra os comentários antigos já existentes.

Discussão com o Disqus
Discussão com o Disqus

Além disto, você pode gerenciar e moderar novos comentários pela página do DISQUS ou por e-mail, após receber a notificação em sua caixa de entrada.

Se você está começando agora, pule todas as fases erradas que fizemos aqui e vá direto para o DISQUS. Nós aqui no InfoNaVeia recomendamos.

DISQUS, Official Site – http://www.disqus.com/

DISQUS, página de plug-ins no WordPress – http://wordpress.org/extend/plugins/disqus-comment-system/