Diminuindo o Risco: Jogar on-line com segurança

*Por Marcos Souza

Ao jogar on-line hoje em dia, é preciso tomar diversas precauções para que não sejamos vítimas de vários tipos de ataques virtuais.  São muitos os riscos que corremos quando estamos jogando; riscos ao interagir socialmente com estranhos que podem te enganar até que revele informações pessoais ou financeiras, risco de invadirem seu computador se aproveitando de vulnerabilidades do sistema operacional, etc. Os riscos se dividem em duas categorias: Tecnológicos e Sociais.

Riscos tecnológicos

O risco pode estar no seu computadorEstes riscos são os perigos que seu computador e/ou seu console correm. Por exemplo, aquele vírus que você recebe por e-mail ou aqueles programinhas que são instalados sem seu consentimento. Recentemente, uma rede de crime virtual russa divulgou um vírus chamado “I2 Ninja”, que diz conseguir roubar anonimamente informações de jogadores de poker on-line. Segundo um funcionário da IBM, a pessoa poderia ver a tela da vítima enquanto ela está jogando, logar no mesmo site e jogar contra esta vítima enquanto vê suas cartas. A ferramenta, que pode ser enviada por e-mail como um malware convencional, se chama PokerGrabber e aparentemente apareceu em um post junto a uma lista de sites on-line em que teoricamente funcionaria. Há certa dúvida quanto à eficiência deste malware, já que além de citar o site Pokerstars na sua lista, o PokerGrabber inclui até o já falido Absolut Poker. Por se tratar de um malware convencional, os cuidados que devem ser tomados são os de sempre: um bom antivírus e um bom discernimento na hora de saber quais e-mails são spam e quais não são. Um bom antivírus é aquele que, entre outras coisas, tem a maior detecção de malwares possível. Caso esteja em dúvida em qual usar, uma boa dica para decidir é o site de teste de softwares de proteção Av-Comparatives, que faz testes com diversos softwares de proteção. A startup brasileira de antivirus PSafe, por exemplo, figura bem na lista e tem uma taxa de detecção de arquivos mal intencionados de 99,5%.

Riscos Sociais

Teoricamente, riscos tecnológicos se encaixam em riscos sociais, já que eles também precisam de certa engenharia social. Indivíduos mal intencionados entram em jogos e tentam colher informações pessoais do usuário, além de tentarem convencê-lo a instalar malwares que os dariam total controle sobre seu computador. Estes indivíduos também têm interesse em roubar a identidade da vítima ou informações do cartão de crédito. Um exemplo disso pode ser dado com o jogo Lineage, onde foram colhidas informações de várias pessoas para que hackers pudessem criar novas contas no jogo e vender itens no nome das vítimas.

O risco pode estar no Lineage
Lineage II

 Para não ser vítima de engenharia social, suspeite de qualquer ligação inesperada. Se o desconhecido disser que é de alguma empresa, procure confirmação antes de lhe dar qualquer tipo de informação. Também preste atenção na URL dos sites. Sites utilizados por indivíduos mal intencionados costumam trocar algumas letras de sites famosos para enganar a vítima.

No final das contas, tudo que é necessário pra que usuário esteja livre destes riscos é discernimento e um bom antivírus. Se você for um usuário atencioso, perceberá com facilidade quando alguém estiver tentando colher informações, seja por e-mail ou por chat. Engenharia social é como mágica: é tudo bastante impressionante até você saber como se faz.

Marcos Souza, futuro jornalista, ampliando o seu portfólio com desenvolvimento de conteúdo, com exclusividade para o Info Na Veia.

Um comentário sobre “Diminuindo o Risco: Jogar on-line com segurança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *