Bing e Yahoo mal arranham liderança do Google no mercado de buscas

O Google continua com sua participação dominante no mercado de buscas, enquanto seus concorrentes se movem lentamente pra cima e para baixo.

A companhia ficou um pouco mais à frente em janeiro, passando de 66,7% do total de buscas em dezembro para 67%, de acordo com a comScore. O Bing, da Microsoft, aumentou sua fatia em 0,2%, apenas 0,1% menor do que o aumento do Google. No entanto, continua muito atrás de seu maior rival, indo de apenas 16,3% para 16,5% no mesmo período de tempo.

O Yahoo, outro player significativo, caiu 0,1%, de 12,2% para 12,1%, segundo a comScore. O Ask, com 2,8% do mercado, e AOL, com 1,7%, completam os cinco principais serviços de busca em janeiro. O Bing, que foi lançado em junho de 2009, manteve-se estável com seu pedaço do mercado de buscas, mas não foi capaz de reduzir significativamente a dominância do Google.

“Isso me diz que o Google ainda não foi desafiado pela Microsoft”, disse Dan Olds, analista do Gabriel Consulting Group. “Acontece que a busca é pegajosa. Pessoas se acostumaram a usar o Google e ele se tornou seu mecanismo de busca número um. A ferramenta da companhia de Mountain View também está embutida em todos os outros tipos de sites, o que lhe dá ainda mais usuários.

Enquanto a Microsoft tem trabalhado para ganhar fatia de mercado e mind share no mercado competitivo, a CEO do Yahoo, Marissa Mayer, deixou claro que o Yahoo pretende voltar ao jogo. Durante a conferência sobre os lucros do quarto trimestre, Marissa disse que o Yahoo investirá tempo e dinheiro em esforço para retornar ao negócio de busca online.

Fonte: ComputerWorld/USA